sexta-feira, 6 de julho de 2012

Na Moral - Politicamente Correto

Ontem, dia 05/07, estreou na Rede Globo o novo programa do jornalista e apresentador(BBB) Pedro Bial. O nome do programa é Na Moral. Pelas chamadas durante a programação da Rede Globo, a proposta era fazer com que temas quentes e delicados viessem à tona e postos em debate. No inicio até achei interessante, mas o tempo investido para o debate de cada um dos temas proposto não me agradou muito. O primeiro assunto foi a Cartilha do Politicamente Correto e o racismo. De fato tudo o que foi dito no programa acaba fazendo algum sentido, mas acredito que trazer um assunto tão complexo como este e tentar entender ou discutir em cinco minutos não é legal. Estavam presentes o cantor Alexandre Pires, que comentou o processo que sofreu por conta da música "Kong", que foi tida pelo Ministério Público como racista. Ele comentou por cima o que de fato aconteceu mas como todo NEGRO da mídia, ele não deixou clara sua opinião sobre o racismo verdadeiro no Brasil. É triste perceber que as pessoas que poderiam estar ajudando a resolver diversos problemas nesse sentido, simplesmente se preocupam com seu próprio umbigo.

Mas isso todos nós já sabemos. O que temos feito para que o tema racismo não seja mais tratado com tanta leviandade? 

Hoje em dia nós, negros, somos chamados de afro-descendentes. Como se isso fosse mudar o pensamento e as atitudes racistas. Malcolm X dizia-se Afro-Americano por entender que os negros lá não eram americanos de verdade. Eram pessoas que haviam sido sequestradas de seus países e levados para os Estados Unidos contra vontade. Do contrário, haveriam politicas públicas de igualdade, não haveria racismo e muito menos violência policial. Eles, negros, resolveram que eram afro-americanos. Aqui no Brasil, o Governo ou algum grupo que finge ser do Movimento Negro acharam que nos chamar de afro-descendentes seria menos hostil. O negro brasileiro precisa parar de aceitar todas as migalhas dadas pelo HOMEM BRANCO como sendo um banquete. Leia, entenda, questione-se.

Malcolm X explica o Nacionalismo Negro



"Na Moral, imoral é fazer a alguém o que você não quer que façam pra você.Na Moral, querem saber o que é o politicamente correto?Vou ser correto. É fingir que mudando o nome de FAVELA para COMUNIDADE você vai melhorar o saneamento básico.Quer saber o que é o politicamente correto? Aí eu serei político.É o resultado de um desejo de justiça tão desesperado, que pretende sim mudar o mundo pelas palavras.E quer saber! As únicas palavras que já mudaram o mundo foram PREPARAR, APONTAR, FOGO.O que pode ser só uma frase de efeito. Não é uma verdade absoluta, é cinica. Mas é só mais uma verdade.Salve-se quem puder." - - - Palavras de Pedro Bial ao encerrar o programa Na Moral

5 comentários:

O Peso do Preconceito disse...

Na TV por mais que digam que não todos se fazem "politicamente corretos" então acho que só vc, eu e mais uma meia duzia de pessoas sentiu que não houve um real debate, os problemas foram expostos, mas infelizmente não houve o que se esperava em respostas ou discussão como vc mesmo disse!
Acredito que seja mais um programa pra desencargo de conciencia ainda mais no canal que é...porque quem na midia se expões contra a ditadura disfarçada em que vivemos ?!!

Otimo post! Parabéns!

Thiago Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thiago Ribeiro disse...

Você tem razão quando diz que somente meia duzia percebeu o que de fato aconteceu no programa. Infelizmente! Mas contrariando um pouco o Bial, acho que as "palavras" são sim capazes de mudar muita coisa em nossa sociedade. Só precisamos escrever mais, comentar mais, opinar mais... Um abraço e força na LUTA!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Silvia Tanes disse...

Eu achei a música racista sim, ao contrário do que todos no programa falaram.